Guia Final para Estudantes e Universidades sobre Orientações de Acervo Fotográfico

Praticamente toda a comunidade virtual tem acesso aos resultados intermináveis ​​de pesquisa de imagens do Google hoje em dia e, com a atual disseminação de recursos visuais para os mais variados fins, é mais importante do que nunca que os alunos entendam as regras de direitos autorais aplicáveis ​​às imagens que pretendem usar nos seus projetos escolares e universitários.

Esse aparentemente claro mundo de imagens gratuitas pode ficar rapidamente obscuro para estudantes universitários que não entendem o uso de direitos autorais, uso aceitável e licenciamento de imagens. Talvez você não saiba, mas usar uma foto – ou qualquer conteúdo que você não criou – em seu projeto sem a devida licença e permissão do proprietário pode custar muito caro e dar uma grande dor de cabeça.

Por isso que é tão importante entender como os direitos autorais das imagens funcionam. Para ajudar você a entender isso, criamos uma lista ampla com as principais coisas que os estudantes universitários precisam saber sobre o uso legal de fotos em bancos de imagens – incluindo vetores, ilustrações, vídeos e quaisquer outros arquivos de mídia para fins acadêmicos.

E uma grande vantagem: também apresentamos as melhores agências de fotografias com ofertas especiais para estudantes universitários, a fim de obterem imagens legalmente seguras, de alta qualidade e super econômicas para o seu trabalho acadêmico.

Nosso objetivo aqui não é assustá-lo sobre o uso de imagens que você encontrou na internet para um projeto virtual ou impresso, mas sim para ajudá-lo a entender melhor a respeito do uso aceitável e fornecer informações sobre opções de fotos acessíveis disponíveis com descontos especiais.

Por que eu Preciso de Imagens para meus Projetos Universitários?

Guia Final para Estudantes e Universidades sobre Orientações de Acervo Fotográfico 2

Se você é um estudante, provavelmente não precisa responder a isso. Mas talvez você esteja apenas começando em seus estudos universitários e ainda não saiba por que encontrar imagens para seus projetos é tão importante.

Nosso mundo é cada dia mais e mais visual. O velho ditado de que “uma imagem vale mais que mil palavras” é mais valido do que nunca. As imagens tornam tudo melhor, e os projetos estudantis não são uma exceção. Você precisa incluir ótimas e precisas imagens em muitos de seus importantes projetos para uma universidade, desde apresentações de sites ao vivo ou blogs criados para uma turma. Se você estiver estudando design gráfico ou visual , isso será uma necessidade: você precisará de imagens e ilustrações para estes projetos de design.

back to menu ↑

Por que os Bancos de Imagens são a Melhor Solução para Estudantes Universitários?

Se você é um estudante de design gráfico que precisa de vetores ou fotos para concluir um projeto, ou está lançando um blog para sua aula de jornalismo, certifique-se de ter o direito legal para usar imagens, a fim de evitar problemas e se proteger de processos contra direitos autorais.

Obter suas imagens de uma agência de fotos é a melhor maneira de ter certeza de que elas são legais e seguras, pois essas empresas têm profissionais dedicados a revisar cuidadosamente cada foto ou imagem e autorizar todas as permissões antes de disponibilizá-las para você.

back to menu ↑

Será que os Bancos de Imagens Realmente Possuem Ofertas Especiais para Estudantes?

Sim! Muitas das maiores agências de fotografia oferecem descontos especiais em fotografias royalty free, e muitas vezes têm ofertas especialmente destinadas a estudantes ou instituições acadêmicas.

Oferecemos aqui descontos para alunos que querem economizar  e não se preocupar se podem ou não usar o conteúdo de outra pessoa.

back to menu ↑

Por Que Não Posso Simplesmente Usar Imagens que Encontrei no Google?

Guia Final para Estudantes e Universidades sobre Orientações de Acervo Fotográfico 3

O mecanismo de pesquisa do Google é uma das fontes mais úteis ao tentar encontrar fotos ou imagens para um projeto. É uma ótima ferramenta que fornece milhões de resultados de imagens com base em palavras-chave. Mas há um equívoco muito comum, que é as pessoas acharem que qualquer imagem encontrada no Google está livre para usar. Errado! (Leia mais sobre isso aqui!)

As únicas imagens que você pode usar livremente são aquelas com permissão expressa do proprietário. E o Google não é e não pode lhe dar essa permissão.

O Google não detém os direitos autorais de nenhuma das imagens armazenadas em seu banco e, portanto, não pode redistribuir nenhuma delas. O Google apenas armazena as imagens (e você aprenderá em breve que essa ação é protegida pela regra de uso aceitável), mas elas não podem ser oferecidas para o uso de outras pessoas. Se você salvar uma imagem encontrada no Google e publicar novamente, provavelmente violará os direitos do criador original.

É claro que você pode perguntar a fotógrafos, ilustradores ou designers individualmente para descobrir quem é o proprietário de uma determinada imagem, mas tentar encontrar o criador de algum conteúdo hoje é mais difícil do que parece.

O Pesadelo do Uso de Imagens para Estudantes Universitários

Digamos que você seja um estudante de design gráfico e tenha sido encarregado de criar e manter um website. Isso requer vetores, fontes, fotos, vídeos etc.

Você pesquisou todas essas imagens e recursos gráficos na web usando o Google e, para concluir seu projeto, publica a página. Logo depois, seu site esta disponível ao público para consultas através da indexação do Google. Seu professor lhe dá uma nota de aprovação e tudo parece bem.

Mas aqui tem uma coisa: o site foi otimizado para SEO e todas as tags de imagens estão tendo maior visibilidade.

Um certo dia, a pessoa que criou as imagens usadas no seu projeto decide fazer uma pesquisa de imagem inversa no Google para garantir que o conteúdo dele não seja usado sem permissão. Seu site aparece nos resultados dele e ele percebe que você está usando o conteúdo dele sem autorização. Em seguida, o autor envia uma solicitação de retirada do DMCA, notifica você e exige o pagamento e atribuição de uma taxa muito mais alta do que o custo de usar uma imagem de um banco de imagens.

Assim, você se depara com a cobrança de altos custos que o autor exige e com problemas com a justiça por violação de direitos autorais. Como estudante universitário, você provavelmente não terá dinheiro nem tempo para lidar com isso.

As cobranças de dinheiro são um grande fator aqui. Alguns casos extraordinários podem implicar em enormes quantias de dinheiro em indenizações a serem pagas. Por exemplo, três anos atrás um fotógrafo foi premiado com US $ 1,2 milhão em indenização por um júri de Nova York, depois que suas fotografias do terremoto de 2010 no Haiti foram levantadas por muitos jornais e revistas on-line ao redor do mundo sem a sua permissão.

Naturalmente, esse caso é raro e a grande quantia dada estava relacionada a quão amplamente as imagens foram divulgadas. Mas ainda assim, casos de uso ilegal menores são muito mais comuns do que você imagina (isso porque eles não chegam aos noticiários), e os danos típicos a serem pagos variam entre US $ 500,00 e US $ 5.000.

Você imagina ter que pagar US $ 5.000,00 pelo uso de uma foto, sendo um estudante? Soa como um grande pesadelo, não é? Bem, tudo isso pode ser evitado simplesmente usando algumas fotos econômicas royalty free de bancos de imagens, ou tomando um longo caminho e buscando permissão do criador antes de usar em seu trabalho.

back to menu ↑

Noções Básicas sobre Direitos Autorais e Regras de Uso de Imagens

Você sabe que pode simplesmente obter fotos ótimas e baratas para seus projetos escolares em agências de fotografia fazendo uso de algumas das melhores ofertas especiais para estudantes.

Mas, se você ainda quiser usar recursos de imagens gratuitos, ou se estiver interessado em saber como os direitos autorais de imagens funcionam e quando está certo – ou errado – usar imagens, aqui damos uma explicação resumida das noções básicas para saber quando usar imagens em seus projetos universitários. Leia!

O Que é Copyright?

Guia Final para Estudantes e Universidades sobre Orientações de Acervo Fotográfico 4

Copyright ou direitos autorais são um tipo de direito legal que concede ao criador de uma obra original os direitos exclusivos de controlar o uso, a venda, a distribuição e a reprodução do referido trabalho. É o que permite aos autores proteger suas criações e gerar receitas com elas. Os direitos autorais abrangem todo tipo de trabalhos criativos, incluindo fotografia.

Isso significa que a pessoa que criou a foto ou imagem é o detentor dos direitos autorais dela, e eles são os únicos que decidem como e quando elas serão usadas. Toda vez que você quiser uma foto que é protegida por direitos autorais, você precisa da permissão do proprietário para usá-la legalmente.

Os direitos autorais estão presentes na maioria das fotos ou imagens digitais que você vê e encontra na web. Independentemente de serem oferecidas como recursos de imagens gratuitas ou serem indexadas pelo Google images, a maioria dessas fotos é de fato protegida por direitos autorais. Se você usá-las sem verificar as permissões, poderá enfrentar problemas legais e potencialmente estender esses problemas para a instituição da qual você faz parte.

Se Não Houver Nenhum Sinal de Copyright, a Imagem está Desprotegida? Mito!

Guia Final para Estudantes e Universidades sobre Orientações de Acervo Fotográfico 5

Enquanto em certos países, em determinados momentos, um sinal ou aviso de direitos autorais tinha que ser incluído para expressar a intenção dos donos de proteger uma obra, nas últimas décadas isso não é mais verdade. Na maioria dos países europeus, um sinal de copyright nunca teve qualquer significado legal, e nos EUA, a necessidade de usá-lo foi completamente removida desde 1989. Mesmo trabalhos publicados antes dessa data ainda podem ser protegidos pelas leis de direitos autorais, embora que não haja sinal de copyright visível.

Só porque você pode encontrar conteúdo on-line sem qualquer aviso de proteção de direitos autorais, isso não garante que ele esteja disponível ao domínio público. A imagem pode ter sido copiada e republicada (legal ou ilegalmente) por uma pessoa diferente.

Somente depois de ter uma indicação clara de que determinada imagem é de domínio público ou vem com uma licença creative commons é que você pode seguramente garantir que possui o direito de usar essa imagem.

Posso Usar Uma Imagem da Web Apenas Reconhecendo o Criador?

Guia Final para Estudantes e Universidades sobre Orientações de Acervo Fotográfico 6

Embora o reconhecimento de suas fontes possa ser um requisito adicional para termos de uso ou licenciamento, ele não substitui a necessidade de solicitar permissão do criador do conteúdo.

Um juiz pode considerar o reconhecimento como uma forma de reduzir possíveis danos porque mostra que você não teve más intenções, mas normalmente isso só entra em ação quando a violação básica dos direitos autorais está sendo considerada.

Quando se trata de ética acadêmica, ou de uma política que valoriza evitar fraude ou plágio, ou quando se mantém a honestidade e rigor na pesquisa de maior valor, é necessário listar as fontes de materiais que você usou, mas isso não garante o uso gratuito de qualquer material sem permissão específica para usar e republicar essas obras.

Que Outros Direitos Podem ser Violados ao Usar uma Foto?

Guia Final para Estudantes e Universidades sobre Orientações de Acervo Fotográfico 7

Além do detentor dos direitos autorais, pode haver outros direitos que podem ser violados quando se usa uma imagem sem permissão.

As pessoas detêm os direitos sobre sua própria imagem pessoal e o modo como ela é usada. Portanto, se você for usar uma foto que inclua uma ou mais pessoas, você precisa garantir que eles autorizaram o uso e que este esteja de acordo com a intenção pretendida.

Você pode usar fotos de pessoas sem permissão para escrever diretamente sobre elas, sobre o lugar onde foram vistas ou sobre um evento específico que as envolve, mas usar sua imagem para tópicos não diretamente relacionados a esse contexto é ilegal.

Por exemplo: você pode usar imagens de uma pessoa em um evento de games para ilustrar uma parte no texto em que você fala sobre esse evento ou sobre convenções de games em geral, e isso seria aceitável. Mas se você usar as mesmas imagens para escrever sobre como a violência nos games de computador afeta o comportamento social dos jogadores, isso não seria permitido. E se você pretendesse usar as imagens para vender um produto ou serviço relacionado a videogames seria uma infração ainda mais grave.

Esse mesmo princípio se aplica à marcas registradas ou outros direitos intelectuais de empresas (como marcas, logotipos ou projetos específicos). Você poderia usar uma foto de uma placa do McDonald's para ilustrar um artigo sobre a cultura do fast food, mas não se você quiser falar sobre possíveis infecções bacterianas no processamento de carnes, a menos que você possa conectar diretamente o tópico a essa empresa específica.

Toda vez que o tópico no qual a imagem é usada pode prejudicar a imagem da pessoa, empresa ou assunto retratado, eles podem processar o usuário e exigir uma compensação.

back to menu ↑

Limitações e Exceções dos Direitos Autorais: Uso Aceitável

É importante observar aqui que a lei de direitos autorais varia de país para país e também inclui limitações e restrições. A principal limitação aos direitos autorais é aquela que permite usar imagens sem permissão de forma segura: isso é o uso aceitável.

O Que Significa “Uso Aceitável”?

O termo “uso aceitável” vem da lei de direitos autorais dos EUA. É uma lei que o permite e protege legalmente ao usar o conteúdo de outra pessoa para comentários específicos e fins transformadores.

Essa linguagem sobre direitos autorais pode ser difícil para a maioria das pessoas entenderem completamente. O uso aceitável se aplica como proteção legal quando alguém copia ou usa material protegido por direitos autorais, sem permissão, para propósitos “transformadores” – por comentários, críticas ou paródias.

A dificuldade, para a maioria das pessoas, está em entender o que se enquadra ou não na lei de uso aceitável. Muitos acham que a definição de uso aceitável é bem generalizada, e isso é absolutamente intencional: a Suprema Corte propositalmente deixa a lei de uso aceitável aberta a interpretações, para que todos os casos de violação de direitos autorais possam ser estudados e definidos caso a caso.

Se o detentor dos direitos autorais de uma imagem que você usou em seu projeto descobrir que seu uso não esta autorizado, ele terá o direito de levá-lo a um tribunal por violação de direitos autorais e então caberá ao juiz determinar se o que você fez com a imagem é ou não um uso aceitável.

Os juízes decidem isso com base em quatro diferentes fatores.

Os Quatro Principais Fatores do Uso Aceitável:

  1. O propósito e o caráter do seu uso
  2. A natureza do trabalho protegido por direitos autorais
  3. A quantidade e a potencialidade da parte usada em relação ao trabalho protegido por direitos autorais como um todo
  4. O potencial efeito do uso sobre o mercado ou o valor desse trabalho protegido por direitos autorais

O Quinto e o Mais Novo Fator

A palavra “transformadora” é uma das mais recentes decisões da Suprema Corte sobre o uso aceitável. Em 1994, o grupo 2 Live Crew foi processado por violação de direitos autorais por causa de uma música de Roy Orbison , que afirmou que sua música “Oh Pretty Woman” foi violada por uma música do 2 Live Crew chamada “Pretty Woman.” (Campbell v. Acuff- Música Rose, 510 US 569 (1994.)

Isso foi levado a Suprema Corte dos EUA, que então decidiu a favor do 2 Live Crew, pois eles descobriram que essa era uma música de paródia do trabalho original. A música foi considerada como uso aceitável porque esse trabalho foi derivado de um novo ou inesperado tipo de uso.

Portanto, se um material protegido por direitos autorais for usado em uma paródia, novas tecnologias (como mecanismos de busca como o Google, mostrando imagens em miniatura para fins de indexação de imagens), ou outros usos transformadores, ele pode estar aberto à ainda mais interpretações, como áudio e vídeo, por exemplo.

Acreditamos que é melhor ter cuidado ao decidir se deve ou não usar o conteúdo de outra pessoa em seu projeto, especialmente ao determinar se o uso aceitável está correto.

Objetivos Educacionais e de Pesquisa Podem ser Considerados Uso Aceitável?

Guia Final para Estudantes e Universidades sobre Orientações de Acervo Fotográfico 8

Sim, mas existem regras de uso aceitável que devem ser aplicadas à educação ou à pesquisa acadêmica. A regra do uso aceitável não significa que você possa usar qualquer trabalho, para qualquer finalidade, desde que esteja em um ambiente acadêmico.

O uso aceitável no trabalho de educação e pesquisa destina-se a permitir que escolas, universidades e estudantes aprendam e analisem obras protegidas por direitos autorais para fins educacionais. Se você fosse escrever uma tese sobre como os trabalhos de um fotógrafo influenciaram a fotografia ou a arte em geral, talvez fosse permitido usar certas partes do trabalho dele para ilustrar os efeitos que você está descrevendo.

Políticas de uso aceitável normalmente limitam o uso “representativo” em um contexto específico. Você não pode usar imagens para propósitos puramente ilustrativos dentro de um contexto de algo que não tem uma conexão direta com o criador ou seus trabalhos.

Por exemplo, se você está publicando um artigo sobre a poluição nos oceanos, isso não garante necessariamente o uso de uma imagem mostrando o oceano Pacífico debaixo de políticas de “uso aceitável”. Você só pode usar as imagens de alguém se o criador as publicou como parte de um relatório sobre o mesmo tópico ou se seu uso for meramente uma representação de seu trabalho.

Portanto, você nunca deve usar o Google como uma fonte direta de imagens a serem usadas em um contexto diferente. Certifique-se sempre de clicar na página em que o Google encontrou a imagem específica em que você está interessado para descobrir quando, onde e por quem ela foi publicada.

Mesmo assim, as políticas de “uso aceitável” geralmente permitem que você publique trechos de trabalhos de outras pessoas. No caso de fotos, essa é sempre uma decisão difícil, já que normalmente a imagem por si só é uma obra protegida e, embora seja possível citar algumas frases de um livro, é quase impossível “citar” uma foto sem mencionar praticamente todo o trabalho do autor.

back to menu ↑

Como Utilizar Imagens em Projetos Estudantis sem ter Problemas Futuros?

Se você não quiser arriscar com as políticas de Uso Aceitável, há uma alternativa simples: para usar as imagens em projetos estudantis com segurança, você precisa ter a permissão do detentor dos direitos autorais de cada imagem.

Fotógrafos e autores de imagens podem conceder permissão para outras pessoas usarem seu trabalho, por meio de uma licença que declara os termos e condições para tal uso. Há licenças pagas, que implicam que você pague uma taxa ao autor pelo direito de usar as imagens, e existem diferentes tipos de licenças de uso gratuito, como as variantes da licença Creative Commons.

A maioria dos arquivos que você encontra em sites de fotos gratuitas parece estar de baixo da licença Creative Commons ou sob outra forma de licença que permite usar as fotos sem pagar. No entanto, a maioria das pessoas que enviam conteúdo para esses sites não tem conhecimento da lei de direitos autorais e, às vezes, a infringem. Por exemplo, elas podem fazer uploads de imagens e, por não serem os autores, esquecem que a licença Creative Commons não é válida. Ainda mais preocupante é que a maioria dos fornecedores de imagens gratuitas não verifica a legalidade do conteúdo enviado e oferecido em seus sites.

Usando sites de fotos gratuitas ou imagens do Google, você pode facilmente violar os direitos autorais de alguém sem ter conhecimento disso. E quanto a lei, não importa se a infração foi intencional ou não: você ainda será responsável pelos danos ao detentor dos direitos autorais.

Por Que Comprar Fotos de Bancos de Imagens?

Guia Final para Estudantes e Universidades sobre Orientações de Acervo Fotográfico 9

A melhor e mais segura forma de usar o conteúdo de outra pessoa e ter certeza de que você tem permissão para fazer isso é por comprar fotos Royalty Free.

As agências de fotografia trabalham armazenando fotos e imagens e licenciando-as aos seus clientes. Como essa é a fonte de sucesso da agencia, ela leva muito a sério o status legal do conteúdo que oferece. Praticamente todas as agências de bancos de imagens têm equipes especializadas e comprometidas com a revisão de todas as imagens em suas bibliotecas, e garantem que todas as permissões e exigências legais – versões de modelos e propriedades incluídas – sejam atendidas. Dessa forma, as imagens que você pode licenciar a partir delas foram cuidadosamente selecionadas, oferecendo apenas fotos legalmente verificadas.

Royalty Free é uma das licenças de fotos de bancos de imagens mais populares devido aos seus maiores benefícios para os usuários. Com esta licença, você paga apenas uma vez e consegue usar a imagem para diferentes fins, em vários e variados projetos, pelo tempo que desejar. Além disso, a licença costuma ter um preço muito acessível.

Embora existam alguns sites de fotografias gratuitas disponíveis, existem algumas boas razões pelas quais você deveria comprar fotos acessíveis de bancos de imagens.

  1. Com uma licença Royalty Free você pode usar a imagem mais de uma vez (e em alguns casos, para sempre)
  2. Cada foto ou imagem que você baixar possui uma licença padrão, Royalty Free, para que você esteja protegido de acordo com os termos e condições da agência de fotos escolhida.
  3. Muitas agências oferecem imagens gratuitas para membros cadastrados
  4. As agências de bancos de imagens têm amplas bibliotecas com fotos e opções de acesso a milhões de conteúdos disponíveis

Ainda não tem certeza? Leia as 7 razões pelas quais você deve comprar fotos de bancos de imagens.

back to menu ↑

Entendendo como Funcionam as Agências de Bancos de Imagens

Guia Final para Estudantes e Universidades sobre Orientações de Acervo Fotográfico 10

Você já notou que as fotos de bancos de imagens Royalty Free são um ótimo recurso para usar em projetos universitários de forma segura e econômica.

As agências de bancos de imagens funcionam com base em licenças (neste caso, licença Royalty Free), o que significa que você obtêm vários direitos de utilização da fotografia, vetor ou ilustração por apenas uma taxa, com todas as especificações e formas de uso indicadas nos termos de licenciamento.

Abaixo segue algumas considerações para o melhor entendimento de como funcionam as fotos nos bancos de imagens e o que você pode ou não fazer com elas.

Posso Compartilhar Minhas Fotos com Outros?

Não. A licença de imagem é pessoal e intransferível. Portanto, você não pode compartilhar imagens licenciadas ou compradas de fotógrafos ou agências de bancos de imagens, a menos que adquira uma licença que permita esse uso específico (o que muitas vezes está disponível, porém a um custo maior).

Naturalmente, a licença padrão do banco de imagens escolhido lhe dá o direito de compartilhar e publicar as imagens licenciadas como parte do seu trabalho ou projeto (apresentação, artigo, tese, etc.) sem ter que se preocupar com direitos autorais e leis de uso justo. Mas você não tem a permissão para compartilhar ou redistribuir a imagem baixada de uma agência de bancos de imagens antes de usá-la em seu próprio trabalho.

Também é muito importante que apenas a pessoa que comprou a licença da imagem a utilize, embora possa fazer isso de várias formas e quantas vezes quiser. Portanto, se você adquiriu uma foto de uma agência, não poderá enviá-la ou compartilhá-la com um amigo, para que a publique em sua apresentação: somente você poderá usar essa foto legalmente.

Posso Usar Minhas Fotografias para Outros Fins além do Trabalho Acadêmico?

A princípio, sim. A licença Royalty Free para imagens inclui uma ampla gama de usos, e não se limita ao trabalho acadêmico. Imagens Royalty Free padrão podem ser usadas para fins comerciais e editoriais.

back to menu ↑

Por Que Comprar Imagens Royalty Free?

Alguns de seus projetos como estudante podem exigir o uso de imagens para ilustrar pontos em suas teses ou trabalhos, ou mesmo em alguma necessidade, se você for um estudante de design. Com o aumento regular dos custos mensais na instituição em que estuda, ter que se preocupar em gastar dinheiro extra em projetos pode não ser agradável.

Felizmente, há imagens de bancos de imagens acessíveis e fotos gratuitas para uso público que podem atender às suas necessidades de projeto. O benefício e o valor de usar fotos royalty-free é que, uma vez compradas, você poderá usá-las para sempre.

Existem muitas opções de fotos econômicas, onde você pode obter um desconto apenas por ser um estudante. As ofertas de agências de Bancos de imagens, como o 99 Club da Stock Photo Secrets, Shutterstock, iStock, Adobe Stock, Depositphotos e agências de fotografias econômicas, todas têm planos de adesão a preços acessíveis para organizações sem fins lucrativos, universidades e estudantes.

Esperamos que este guia tenha ajudado você a entender melhor os prós e contras da lei de direitos autorais no mercado fotográfico. O uso aceitável pode parecer uma área obscura, e isso é verdade. É propositalmente ambíguo ser deixado em aberto para interpretações, então reivindicar o uso aceitável em um de seus projetos estudantis deve ser cuidadosamente considerado antes de usar o trabalho de outra pessoa.

Quanto mais você souber sobre o que é permitido ou não, mais irá ajudá-lo a entender tudo sobre a legalidade dos direitos autorais e entender melhor o que é violação destes direitos. Usar fotografias de bancos de imagens em seus projetos está muito acessível hoje em dia, com muitos descontos para os alunos que precisam apenas do conteúdo ideal para aprimorar seus projetos.

Eu sou Diretora de Conteúdo, Pesquisadora e Autora da Stock Photo Press e de suas muitas publicações sobre mídia de estoque. Eu sou uma comunicadora apaixonada pelo conteúdo visual e possuo uma sede inesgotável de conhecimento. Tive a sorte de entrar no mundo das fotografias de acervo trabalhando lado a lado com renomados especialistas. Sou feliz em compartilhar com toda a comunidade criativa minhas pesquisas, opiniões e conselhos sobre direitos de uso de imagens, ofertas de ações fotográficas e da indústria de mídia de ações. Minha formação é em Comunicação e Jornalismo, e amo literatura e artes cênicas.

We will be happy to hear your thoughts

Leave a reply